No futuro todos serão famosos durante quinze minutos

Andy Warhol cunhou a célebre frase “In the future everyone will be famous for fifteen minutes” e ela deu origem ao nome do programa 15 minutos de Fama; videocast que eu criei junto do amigo Fábio Carvalho para suprir uma necessidade que eu tinha em revisitar e ampliar os ótimos papos do evento Sou+Web, do mestre e amigo Nino Carvalho.

O evento aconteceu entre os anos 2009 e 2010, e certamente contribuiu muito na formação do profissional que eu sou hoje. Com seus temas pra lá de relevantes, eu aprendi a pensar sob a ótica do marketing, planejamento e principalmente pelo olhar do usuário e consumidor final. Foram 13 edições em que todos os participantes sugeriam as pautas, debatiam os assuntos mais importantes, participavam ativamente do evento e no final ainda iam para os restaurantes e bares para continuar a boa discussão. Assim, vários profissionais do mercado aprenderam muito com esse pensamento coletivo mas em fevereiro de 2010 todos ficaram órfãos, inclusive eu.

12º Sou mais Web em dezembro de 2009 (via antigo Meemblogando)

12º Sou mais Web em dezembro de 2009 (via antigo Meemblogando)

Quem me conhece de perto sabe que eu tenho o hábito de falar muito seja no telefone ou num Instant Messenger qualquer. Aproveito qualquer conversa que seja para ampliar o meu conhecimento e bater um bom papo. Afinal, trabalhar como freelancer em home-office tem lá as suas dificuldades, e a falta de uma boa discussão é uma delas. Tentei então achar esse conceito do Sou+Web para as redes sociais em grupos no Facebook por exemplo e tudo era muito trabalhoso e impessoal, não tinha mesma pegada. Então eu resolvi criar o meu próprio “universo Sou+Web” e tive a ideia de criar um videocast para conversar com outros profissionais o que estava acontecendo na Internet e então o Fábio Carvalho sugeriu o Hangout da redes social Google+. Mas foi somente quase UM ANO DEPOIS é que conseguimos gravar o primeiro episódio com o Roney Belhassof, quando já existia o Hangout On Air que faz uma transmissão ao vivo dessa conversa e ainda publica no perfil do Youtube.

Como tudo começou

Começamos o 15 Minutos de Fama com 4 programas BEM experimentais, onde testamos (e nos atrapalhamos!!!) várias funções do Hangout, e foi só no episódio de Carnaval é que conseguimos fechar um formato bacana que segue o mesmo até hoje. Cada um dos participantes traz uma notícia destaque para conversarmos e listamos tudo que ficou de fora numa chamada na escalda inicial do programa. Todos os links são diretos para a fonte da notícia e sempre creditamos a origem enquanto estamos comentando.

A bacada do programa além de mim e do Fábio Carvalho e Roney Belhassof, temos o José Telmo, que foi convidado de última hora no episódio #2 e passou a fazer parte do elenco fixo. A sinergia entre nós é impressionante, principalmente por causa da multiplicidade de experiências e pensamentos, e isso, é sem dúvida nenhuma, o maior barato do programa. É muito comum a gente discordar de uma opinião outra de forma bem-humorada “ao vivo” e acabamos dando boas gargalhadas!

A escolha do Hangout On Air

A maior vantagem de usar o Hangout é que não precisamos nos preocupar com a edição. A ferramenta baseia-se no áudio de quem está falando para exibi-la no vídeo maior. Dessa forma eliminamos o processo de edição pós-gravação e ganhamos tempo com isso. Quando o Google disponibilizou a versão “On Air” para a ferramenta, vimos uma grande oportunidade do pontapé inicial do programa, pois, nem precisaríamos nos preocupar em gravar, nem fazer upload do vídeo, uma vez que a ferramenta inicia a transmissão do vídeo e depois de reenderiza-lo, publica automaticamente no canal.

#AmauryJrFelings – E o futuro, e os projetos?

A ideia é continuar gravando as edições semanais, mas já pensamos em fazer algumas edições especiais, é lógico! Essa semana nós chegamos na 15ª edição e gravamos o “Quinze do quinze” e convidamos algumas pessoas para participarem. Alguns não puderem vir por “incompatibilidade de agenda” (afinal, gravamos no domingo bem cedo!!) e só o Wladimir Mello conseguiu participar. A ideia era que só os convidados trariam a pauta e todos nós comentaríamos, dando voz aos expectadores da mesma forma que o “Sou + Web” fazia conosco.

Enfim galera, se quiserem acompanhar esse papo louco entre amigos, basta “circular” a nossa página no Google+ (Não temos e nem teremos site, Facebook nem Twitter). Mas se você não fizer parte do G+, acesse o link da página aqui no meu site, que eu sempre coloco a edição “ao vivo” em tempo real e o vídeo que foi gravado na semana.

Como de praxe, assinem o meu canal do Youtube, dê “like” nos vídeos e até a próxima semana, abraços, tchau!

Leave a Comment.